Erasmus + é uma experiência única e marcante em que vais estudar, durante 5 a 10 meses, com pleno reconhecimento académico, para um estabelecimento de Ensino Superior na europa. 

É uma oportunidade para experienciar novos métodos de ensino, desenvolver soft skills como a adaptabilidade, resolução de problemas, ou o pensamento crítico, mas, acima de tudo, uma maneira de contactar diretamente com outras culturas. 

Para saber quais os destinos disponíveis na FMDUP e datas de candidaturas, vai ao SIGARRA e acede a «Informação- Mobilidades».

Quais são os critérios de candidatura e seleção?

​Esta experiência, seja em que país for, vai ter custos inerentes e existem bolsas para te ajudar.

O programa "Erasmus+ Estudos" prevê a atribuição de uma Bolsa de Mobilidade para a realização de um período de estudos que pode ser de cinco ou dez meses.

O programa visa cobrir as despesas decorrentes da mobilidade em si (viagem e diferença de custo de vida). O valor é definido em função do país de destino e da duração da estadia.

Para além desta bolsa, os/as estudantes podem candidatar-se, cumulativamente, às seguintes bolsas, atribuídas pela Agência Nacional: Bolsas para estudantes com dificuldades sócio-económica - Bolsa adicional atribuída a estudantes com bolsa dos SASUP.

Não é um dado adquirido que tenhas direito a estas bolsas, por isso é importante planear este intercâmbio e encará-lo como um investimento no teu percurso académico, pessoal e profissional.

Financiamento

Contactos

Coordenadora Institucional

Dra. Bárbara Costa

Serviço de Relações Internacionais (SRI) Reitoria da Universidade do Porto

e-mail: sri@reit.up.pt

 

Coordenador Local ERASMUS+ e ECTS 

Prof. Doutor José António Capelas
e-mail: jcapelas@fmd.up.pt

Técnica Superior, Adstrita aos Programas de Mobilidade
Dra. Felicidade Lourenço
e-mail: flourenco@fmd.up.pt

És recém-diplomado e queres estagiar no estrangeiro?

Espera que também existem programas de mobilidade para ti! 

Sabias que podes realizar estágio num contexto profissional, no final do curso? O estágio poderá ser desenvolvido em qualquer empresa, centro de formação e investigação, Instituição Ensino Superior ou outras organizações da UE e elegível pelo Programa Erasmus+, privadas ou públicas, à tua escolha, por um período de 2 a 7 meses.

Para mais informações vai ao SIGARRA e acede a «Informação- Mobilidades».

Vou de Erasmus, e agora?

Antes de mais, parabéns!

Agora que sabes que ficaste colocado(a) deves começar por tratar de todos os documentos necessários. É importante que faças tudo com calma e tempo. Na tua página do Sigarra, em “Cooperação”, encontrarás a tua ficha de mobilidade. Este é o local onde farás o upload desses documentos. Deves abrir o teu formulário de candidatura e preencher os dados requisitados.

Fiquei colocado,

o que devo fazer?

Como escolher as UC’s a fazer na universidade parceira?

Recomendamos que faças uma pesquisa no site da faculdade para onde vais estudar. Lá encontrarás o plano curricular estabelecido pela mesma.

Compara as unidades curriculares que o constituem às que terias na FMDUP, caso realizasses o semestre cá, e escolhe as que melhor se adequam. Aconselhamos que envies um e-mail para a faculdade parceira para confirmares se as unidades curriculares que escolheste estão em vigor no semestre que vais frequentar.

Vais precisar da digitalização do teu CC (frente e verso), do passaporte (caso o teu destino seja fora da Europa, sendo que é recomendado para alguns países europeus como a Polónia e Turquia), da procuração, do seguro e de um comprovativo do NIB bancário (este comprovativo é pedido no banco onde tens a tua conta e nele deve constar a morada do banco).

Documentos

Para que serve a procuração?

Uma vez que vais estar fora do país, é necessário que escolhas um procurador, ou seja, alguém responsável e da tua confiança que fique encarregue de, caso seja necessário, assinar documentos por ti durante este período em que estarás ausente. Encontrarás um modelo base da procuração na tua página de mobilidade, no SIGARRA, em “Cooperação”.

Os estudantes que irão realizar mobilidade para países europeus necessitam apenas de pedir, na secretaria da faculdade, uma extensão do seguro escolar. No entanto, estudantes que realizem mobilidade para países fora da Europa devem dirigir-se a uma seguradora para que possam fazer um seguro cuja cobertura inclua o país para o qual irão estudar.

Seguro

Como obtenho o Passaporte?

Como referimos anteriormente, o passaporte só será necessário para alguns destinos. Este pode ser emitido ou renovado em qualquer Loja do Cidadão (no Porto existe uma perto do Estádio do Dragão). Para a emissão necessitas de levar contigo apenas o CC. O passaporte tem um custo de 65€ (se for pedido prazo normal) e demora cerca de 5 dias úteis a estar pronto. Para mais informações clica aqui .

O visto é necessário para quem vai estudar para fora da Europa por um período superior a 60 dias. É emitido no consulado do país para o qual será realizada a mobilidade e são necessários alguns documentos para o fazeres. Para saberes quais os documentos que necessitas recomendamos que pesquises no site do consulado, onde encontrarás todas as informações que necessitas. 

Atenção! O visto deve ser pedido no mínimo com um mês de antecedência, para garantires que o tens a tempo, visto ser um documento fulcral para poderes entrar no país. 

Exemplo: Para o Brasil, o visto é emitido no Consulado-Geral do Brasil, na rotunda da Boavista. O visto necessário para este caso é o Temporário IV que tem um custo de 80€. É necessário que leves os seguintes documentos: um comprovativo de residência emitido pela junta de freguesia, o registo criminal emitido pela loja do cidadão, o comprovativo de aceitação da faculdade parceira, um comprovativo de matrícula na FMDUP, uma fotocópia do CC, comprovativo de seguro válido no Brasil e uma declaração de manutenção e repatriação/retorno a Portugal assinado por um dos pais e validado num notário (o template deste documento encontra-se disponível para download no site do consulado). No entanto recomendamos que visites o site: http://porto.itamaraty.gov.br/pt-br/ e confirmes os documentos que necessitas.

Como funciona o visto?

Vacinas e Consulta do viajante são mesmo necessárias?

Depende do país para o qual realizes a mobilidade. Em princípio, se fores para um país da América do Sul, África ou Ásia vais precisar de algumas vacinas que provavelmente ainda não tens. Para tal é recomendado que agendes uma consulta do viajante. Atenção! É comum que a agenda destas consultas esteja bastante preenchida e, uma vez que é necessário que te administrem as vacinas no máximo 15 dias antes da tua viagem, deves marcar a consulta antecipadamente.

Se a faculdade para onde vais estudar não tiver uma residência de estudantes, ou se isso não é opção para ti, aconselhamos que vás procurando e pesquisando possíveis locais onde possas ficar alojado(a), no entanto não te comprometas com nenhuma. O ideal será que a escolha final seja feita lá, uma vez que assim poderás visitar as várias opções que tiveres, para só então depois, tendo em conta o que viste, decidires.

Devo alugar casa já ou esperar que chegue ao meu destino para procurar?

Boa Sorte para a tua nova aventura!

Rua Dr. Manuel Pereira da Silva, 4200-393 Porto 

geral@aefmdup.com | +351 926 669 898